E-commerce supera vendas em shoppings da Grande SP
Brasil desponta como principal mercado
de e-commerce da América Latina
Redes sociais influenciam compras da maioria dos internautas
 

Índice indica satisfação dos brasileiros com serviços online


Publicado  Jornal do Commercio em 20.05.2009
 
O brasileiro está tão satisfeito com os serviços de comércio eletrônico quanto os americanos. A constatação foi do Movimento Internet Segura (MIS), comitê da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Câmara-e.net) que, em parceria com a consultoria e-Bit, realizou uma pesquisa determinando o índice de satisfação do e-consumidor do País. De acordo com a pesquisa, o e-commerce nacional foi aprovado por 86,3% dos usuários de internet, bem próximo das taxas encontradas nos Estados Unidos, onde a cultura de compras não presenciais é bem mais disseminada.

O patamar alcançando em abril, segundo a pesquisa, foi o maior do ano. Nos meses de janeiro, fevereiro e março, o grau de satistafção dos consumidores foi de 85,87%, 85,59% e 85,90%, respectivamente.

Com o índice, o MIS pretende criar um termômetro para as melhores práticas em comércio eletrônico e aumentar a confiança dos usuários brasileiros nas compras online.

A pesquisa foi realizada nas 1,5 mil lojas conveniadas à e-bit e coletou 420.704 questionários. Somente compradores efetivos responderam ao formulário, cujos itens icluem facilidade de comprar, informação sobre os produtos, entrega no prazo, política de privacidade e manuseio e envio dos produtos.

DIA DAS MÃES
Na última semana, o e-bit divulgou o resultado das vendas online no período do Dia das Mães. O comércio eletrônico faturou R$ 440 milhões, um pouco abaixo da previsão da própria e-bit, que acreditava que as vendas atingiriam R$ 450 milhões. Mesmo assim, a cifra representa aumento de 15% em relação ao ano passado. (J.W.)

   
  voltar para notícias